Lista
Filtro:






Abbas, José Eduardo

(Dissertação em Geografia)

Vilarejo/Subúrbio/Cidade : Mauá
Estado/Condado/Província : SP
País : Brasil
Web Site :  http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-04072008-113118/publico/DISSERTACAO_JOSE_EDUARDO_ABBAS.pdf
      
Descrição : 

A problemática econômica e geográfica em que se inserem a gestão dos resíduos sólidos domiciliares e os modernos métodos para sua incineração. 2008.

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. 2008.

RESUMO

A destinação final dos resíduos sólidos domiciliares (RSD) constitui, em nosso país, um problema de graves proporções. Os impactos ambientais e sociais que representam as práticas de aterramento desses resíduos conjugam-se, nas grandes cidades, com a carência de áreas apropriadas a estas finalidades devido aos elevados (e crescentes) índices de concentração demográfica e de ocupação imobiliária. As práticas de aterramento dos RSD em lixões, aterros controlados ou em aterros sanitários constituem, em nosso país, o método fundamental de destinação final destes resíduos, causando graves alterações no espaço geográfico. Diante disso, existem, em operação há mais de três décadas em países da Europa e em outros locais, tecnologias avançadas de incineração dos RSD, que os transformam em energia térmica e elétrica. As justificativas ao fato de não existirem, ainda, em operação no nosso país essas usinas de incineração dos RSD remetem-se às dúvidas quanto à superioridade de seu desempenho econômico e ambiental em relação aos processos de aterramento destes resíduos. Este trabalho de pesquisa demonstra a superioridade econômica e ambiental dos modernos métodos de incineração dos RSD e questiona as políticas internacionais de transferência de tecnologias para o cuidado de questões ambientais preconizadas sob a égide do conceito de desenvolvimento sustentável. Faz-se uma crítica aos limites da Economia Ambiental, que atém-se aos aspectos de preservação ecológica sem definir horizontes econômicos a serem buscados através das atividades humanas, e demonstra-se alguns efeitos que o mercado internacional dos créditos de carbono, instituído a partir da ratificação do protocolo de Kyoto, vem exercendo na gestão dos RSD num país como o Brasil.

ABSTRACT

The final destination of domiciliar solid residues (DSR) triggers a problem of serious proportions in our country. Social and environmental impacts caused by earthing practices of these residues are combined, in big cities, with the lack of appropriate disposal areas due to escalating levels of demographic concentration and real estate occupation. Earthing practices of DSR in dumping grounds, controlled landfills or sanitary landfills constitute the main final destination method of residues, causing severe changes in the geographic space. Europe and other countries have been using, for more than three decades, advanced DSR incineration technics that transform the waste in thermic and electric energy. Our justification for not using the aforementioned units is due to the fact that there are doubts concerning the superiority of economic and environmental performances when compared to earthing processes. This research work displays the environmental and economic superiority of modern DSR incineration methods, and discusses international policies of transferring technology regarding environmental issues idealized on the concept of the sustainable development. Criticism is also mode towards the limits established by Environmental Economy, which clings to ecological preservation aspects without defining economic horizons to be achieved through the human activity. We finally demonstrate the influence of the carbon credits' international market on the DSR management in a country like Brazil since the ratification of the Kyoto protocol.

Abbas, José Eduardo




ABRAHAM, Adepelumi Adekunle

(Tese em Geofísica)

Vilarejo/Subúrbio/Cidade : Serra da Cangalha
Estado/Condado/Província : TO
País : Brasil
Web Site :  http://www.on.br/conteudo/dppg_e_iniciacao/dppg/ferramenta_teses/teses/GEOFISICA/[127_28-05_C]adepelumiabrahamd.pdf
      
Descrição : 

Integrated geophysical studies of Serra da Cangalha Impact Crater, state of Tocantins, Brazil. 2004.

Doutorado. Observatório Nacional Pós-graduação em Geofísica. 2004.

RESUMO

Essa tese apresenta os resultados de um estudo geofísico integrado envolvendo dados magnetotelúric (MT) e aeromagnéticos, e o efeito das perturbações ambientais causadas pelo impacto de um meteorito na Serra da Cangalha situada à nordeste da região da bacia do Parnaíba, Brasil. O levantamento dos dados MT foi executado ao longo de três perfis MT radiais através da cratera, alinhados nas direções NW-SE, ENE-WSW e NNE-SSW. Para estações MT localizadas longe do centro da cratera, foram observadas respostas isotrópicas para os dados MT, sugerindo uma distribuição de condutividade 1D na subsuperfície para o intervalo de freqüências entre 100 a 10 Hz. Para estações localizadas na vizinhança do anel mais interno da cratera, respostas MT anisotrópicas foram observadas dentro da mesma faixa de freqüências. Essa zona provavelmente representa as áreas de perturbação estrutural. Uma inversão 2D desses dados (Rodi and Mackie, 2001) revela um modelo de quatro camadas, representando uma camada delgada resistiva sobrejacente a uma camada condutiva, um embasamento intemperizado e um embasamento cristalino resistivo. A profundidade do topo do embasamento está estimada em cerca de 1,2 km. Essa estimativa de profundidade esta de acordo com o valor de 1,1 km calculada através dos dados aeromagnéticos. Entretanto, devido à geométrica circular da cratera, executamos uma modelagem direta 3D como forma de suplementar a modelo 2D obtido anteriormente. O modelo de resistividade 3D (Rodi and Mackie, 2001), que ajustou as respostas MT por tentativas e erro, revelou um modelo com cinco camadas, mostrando uma redução significante da resistividade do embasamento. Provavelmente essa diferença esteja às perturbações estruturais que foram causadas pelo impacto do meteorito sobre a cratera, resultando na formação de brecais, fraturamento, alteração das propriedades elétricas e magnéticas, e zona do choque preenchida com fluidos e materiais fracamente magnéticos. Calculamos o efeito global do impacto em subsuperficie na região da cratera seguido a relação clássica “cratera-scaling” de Holsapple and Schmidt (1982) e encontramos cerca de 2 km. Deduzimos que uma energia equivalente em torno 1,8 x 104 Megatons de TNT foi liberada durante o impacto. Essa esta energia está muito abaixo do limite nominal estipulado para caracterizar um desastre global (3 x 105 Megatons de TNT), mas está dentro do intervalo definido para desastres subglobais.

ABSTRACT

This thesis presents the results of an integrated geophysical study involving magnetotelluric (MT) and aeromagnetic data and the resultant environmental perturbations caused by a meteorite impact in the Serra da Cangalha in north-eastern region of the Parnaiba basin Brazil. The MT survey was carried out along three radial MT profiles trending NW-SE, ENE-WSW and NNE-SSW across the crater. For MT sites located further away from the centre of the crater, isotropic MT responses were observed, suggesting a 1D conductivity distribution in the subsurface in the frequency range of 100 to 10 Hz. For sites located in the vicinity of the inner ring of the crater, anisotropic responses were observed for the same frequency range. We believe that this zone probably represents the areas of structural disturbance. A 2D resistivity inversion of these data (Rodi and Mackie, 2001) reveals a four-layer model, representing a thin resistive layer underlain by a conductive layer, a weathered basement and a resistive crystalline basement. The depth to the top of the basement is estimated to be about 1.2 km. This is in good agreement with the estimation of depth to the basement of about 1.1 km, calculated using the aeromagnetic data. However, in view of the circular geometry of the crater, we have carried out a 3D forward modeling computation to supplement the derived 2D model. The 3D resistivity forward model (Rodi and Mackie, 2001), fitting the MT responses by trial-by-error revealed a five-layer model, showing a significant reduction in the basement resistivity. This, perhaps, could be due to the structural disturbances that have been caused by the impact on the crater, resulting in brecciation, fracturing, alteration and shocked zone filled with weak-magnetic materials and fluids. We have calculated the effect of the impact on the overall structural deformation beneath the Serra da Cangalha crater, following the classical crater scaling relation of Holsapple and Schmidt (1982) and found to be about 2 km. It was deduced that impact energy equivalent to about 1.8 x 104 Megatons of TNT was released during impact. This energy is well below the stipulated nominal threshold for global disaster (3 x 105 Megatons of TNT), but is within the range indicated for subglobal disasters.

ABRAHAM, Adepelumi Adekunle




ABRAM, Maísa Bastos

(Dissertação em Geologia)

Vilarejo/Subúrbio/Cidade : Ipiabú
Estado/Condado/Província : BA
País : Brasil
Web Site :  http://www.cprm.gov.br/publique/media/mestre_maisa_abram.pdf
      
Descrição : 

O corpo máfico - ultramáfico da Fazenda Mirabela, Ipiaú- BA: caracterização petrográfica, geoquímica, tipologia e implicações metalogenéticas, Salvador, 1993.

137 p. il. Dissertação (Mestrado)-Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1993.

RESUMO

O corpo da Fazenda Mirabela (CFM) é um,a intrusão máfico-ultramáfica estraificada, com uma área de exposição aflorante de cerca de 9km², situada na porção sul/sudeste do Estado da Bahia, próximo a cidade de Ipiaú.

ABRAM, Maísa Bastos




ABREU, Jose Gustavo Natorf

(Tese em Geologia)

Vilarejo/Subúrbio/Cidade : Navegantes
Estado/Condado/Província : SC
País : Brasil
Web Site :  http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/25536/000753938.pdf?sequence=1
      
Descrição : 

Sedimentologia, sismoestratigrafia e evolução da plataforma continental interna na área sob influência dos rios Itajaí-Açu e Camboriú, litoral Centro-Norte de Santa Catarina. 2010.

Tese. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências. 2010.

RESUMO

A Margem Continental Brasileira é setorizada em três compartimentos definidos pelas suas características tectônicas, fisiográficas e sedimentológicas. De Norte a Sul a margem continental se divide em: Setor Norte, entre o cabo Orange (AP) ao cabo Calcanhar (RN), Setor Nordeste/Leste, cabo Calcanhar até a cadeia Vitória- Trindade (ES) e o Setor Sul se estendendo desde esta formação montanhosa até a fronteira com o Uruguai no Estado do Rio Grande do Sul. Durante a execução do Projeto Reconhecimento Global da Margem Continental Brasileira (REMAC) entre 1972 e 1983, a porção Sudeste-Sul da margem foi caracterizada quanto à geomorfologia das suas províncias fisiográficas e à cobertura e feições sedimentares mais conspícuas. Pelas suas características esta porção da margem se diferencia, estrutural e fisiograficamente, da margem Nordeste/Leste e Norte, principalmente pela intensa sedimentação observada, determinando um caráter progradacional da região. Este aspecto resulta no desenvolvimento de províncias extremamente amplas exibindo gradientes suaves, com a quebra da plataforma não muito distinta, transicionando suavemente para um talude de relevo igualmente suave e de perfil ligeiramente convexo. O segmento da plataforma continental brasileira contigua ao litoral do Estado de Santa Catarina situa-se no extremo sul do Embaíamento de São Paulo, uma concavidade da costa cujos extremos são demarcados pelo cabo Frio, no Estado do Rio de Janeiro, e o cabo Santa Marta, já em Santa Catarina. É justamente no Embaíamento de São Paulo que a margem continental brasileira apresenta maior largura em toda a plataforma continental brasileira. Ao sul do Município de Santos (SP), a quebra ocorre a 180 m de profundidade a cerca de 120 km da costa. A superfície da plataforma, neste trecho da margem continental, é predominantemente coberta por areia, muito embora ocorram depósitos de lama nas áreas sob a influência das baías de Santos (SP), Paranaguá (PR), São Francisco do Sul (SC) e na desembocadura da laguna dos Patos (RS). Ainda segundo as pesquisas realizadas na área, este padrão deposicional com grande predominância arenosa confere a plataforma, um caráter relicto dos sedimentos presentes na plataforma continental situada entre São Paulo e Santa Catarina. A Plataforma Continental Sul-brasileira se encontra razoavelmente bem estudada, principalmente nas costas dos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. Os resultados destes trabalhos caracterizam, não só a cobertura e as estruturas sedimentares presentes, mas também a evolução geomorfológica desta província ao longo do Período Quaternário, à luz de variações relativas do nível do mar à que esteve submetida esta margem continental. Na plataforma continental adjacente a Santa Catarina as características da cobertura sedimentar superficial já foram objeto de estudo na sua porção sul e na região interna do litoral norte. Entretanto, um maior detalhamento sobre esta distribuição ainda deve ser realizado, acompanhado pelo entendimento da dinâmica que controla o transporte destes sedimentos, das taxas de sedimentação e da sua estrutura subsuperficial. Resultados destes estudos podem contribuir para o entendimento do processo evolutivo deste segmento da plataforma continental interna adjacente ao litoral de Santa Catarina. A pesquisa que agora se desenvolve tem o objetivo de estudar estes processos dando enfoque aos aspectos relacionados ao padrão de distribuição e das fácies e estruturas sedimentares presentes na área de estudo. Esses objetivos foram alcançados por meio da análise de dados sedimentológicos superficiais, obtidos com o emprego de amostradores de fundo, e pela interpretação de dados sonográficos que recobriram partes da área de estudo, notadamente naquelas regiões onde anteriormente foram encontrados depósitos arenosos da plataforma continental. O levantamento geofísico se completa com a análise de padrões de reflexão acústica identificados em registros sísmicos de alta resolução que forneceram dados para determinar a espessura das camadas superficiais, a distribuição das fácies internas e o padrão de estratificação das camadas internas ao pacote sedimentar da plataforma continental da área em questão. Com a análise e interpretação dos elementos constituintes da geomorfologia superficial e subsuperficial foi possível compreender e descrever alguns dos estágios evolutivos que resultaram na conformação sedimentar e geomorfológica fornecendo indícios da existência de antigos ambientes deposicionais, atualmente soterrados na plataforma continental, por eventos sedimentares posteriores. Com os resultados alcançados neste trabalho espera-se contribuir para o conhecimento desta região, bem como para o estado da arte sobre a evolução da Margem Continental Sul do Brasil, de maneira geral e, de maneira específica, para a Plataforma Continental de Santa Catarina.

ABSTRACT

The Brazilian Continental Margin is divided into three sections, based on the tectonic, geomorphological and sedimentological characteristics. From North to South, the continental margin is divided into: the northern sector, between Cape Orange (AP) at Cape Calcanhar (RN), the northeastern sector from Cape Calcanhar to the Vitória-Trindade chain (ES), and the southern sector extending from this formation to the border between Brazil and Uruguay, in the State of Rio Grande do Sul. During the execution of the REMAC project (Global Recognition of the Brazilian Continental Margin) from 1972 to 1983, the southern/ southeastern portion of the margin was characterized in relation to the geomorphology of its physiographic provinces and their more prominent sedimentary features. Based on its characteristics, this portion of the margin is differentiated, structurally and physiographically, from the northeastern/eastern and northern portions, particularly in relation to the intense sedimentation observed, determining the progradational character of the region. This results in the development of extremely large, wide provinces, with smooth gradients and an indistinct shelf slope, transitioning gently to a slope with an equally gentle relief and slightly convex profile. The segment of the Brazilian continental shelf adjacent to the Santa Catarina coast is situated in the far south of São Paulo Bight, a coastal indentation demarcated by Cape Frio, in Rio de Janeiro and Cape Santa Marta, in Santa Catarina. It is in the São Paulo Bight that the Brazilian continental margin has its widest point on the entire Brazilian Continental Shelf. To the South of the Municipality of Santos (SP), the break occurs at a depth of 180 meters depth, approximately 120 km from the coast. In this stretch of the continental margin, the shelf surface is predominantly covered by sand, although mud deposits occur in areas under the influence of the Bay of Santos (SP), Paranaguá (PR), São Francisco do Sul (SC) and the mouth of the Patos Lagoon (RS). According to research conducted in the area, the depositional pattern, with a high prevalence of sand, gives the platform a similar character to the sediments of the continental shelf between Sao Paulo and Santa Catarina. The South Brazilian Continental Shelf has been reasonably well-studied, especially the Sao Paulo and Rio Grande do Sul coasts. The results of these works feature not only the cover and the sedimentary structures present, but also the geomorphological evolution of this province during the Quaternary Period, in light of relative variations in sea level to which continental margin has been subjected. The characteristics of the surface sediment of the continental shelf adjacent to the State of Santa Catarina have been the object of study in the southern portion and the inner region of the north coast. However, a better understanding of this distribution is still needed, and an understanding of the dynamics that control the transport of sediments, the sedimentation rates and its subsurface structure. The results of these studies may contribute to the understanding of the evolutionary process of this portion of the inner continental shelf adjoining the coast of Santa Catarina. The objective of the present study is to study these processes, with special focus on the distribution pattern of facies and sedimentary structures within the study area. These objectives were achieved through the analysis of data on surface sediment obtained through the use of bottom samplers, and sonographic interpretation of the data for parts of the study area, particularly in regions of the continental shelf where sandy deposits were previously found. The geophysical survey is completed with the analysis of patterns of acoustic reflection identified in the high resolution seismic records, which provided data for determining the thickness of the surface layers, the distribution of internal facies, and the stratification pattern of the inner layers of sedimentary continental shelf area in question. The analysis and interpretation of the components of the surface and subsurface geomorphology enabled an understanding and description of some of the evolutionary stages that produced the sedimentary and geomorphological conformation, providing evidence of the ancient depositional environments currently buried in the continental shelf by subsequent sedimentary events. It is hoped that the results obtained in this work will contribute to knowledge of this region, and of the evolution of the South Brazilian Continental Margin in general, and in particular, the Santa Catarina Continental Shelf. 

ABREU, Jose Gustavo Natorf




ABREU, Paulo Marques

(Dissertação em Geofísica)

Vilarejo/Subúrbio/Cidade : Picos
Estado/Condado/Província : PI
País : Brasil
Web Site :  http://www.cprm.gov.br/publique/media/mestra_pauloabreu.pdf
      
Descrição : 

Estudos Geofísicos (Magnetotelúrico e Eletromagnético Transiente) da Porção Leste da Bacia do Parnaíba: Contribuição ao conhecimento Hidrogeológico 2002.

130 p. Dissertação (Mestrado em Geociências)-Pós-Graduação em Geofísica, Observatório Nacional, Rio de Janeiro, 2002.

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo contribuir para o conhecimento hidrogeológico da borda leste da bacia do Parnaíba, através de  uma investigação geofísica utilizando os métodos magnetotelúrico (MT) e eletromagnético transiente (TEM). Ambos fornecem estimativas da resistividade elétrica em subsuperfície. A partir do mapeamento da resistividade no subsolo é possível diferenciar camadas areníticas (moderadamente resistivas) de camadas de argila (condutivas) e embasamento cristalino (mais resistivo), visualizando assim a estruturação da bacia. 

A bacia do Parnaíba, localiza-se na região nordeste ocidental brasileira ocupando uma área de aproximadamente 600.000 km2, com espessura sedimentar máxima em torno de 3400 m próximo à sua porção central. Trata-se de uma bacia  intracratônica, onde se encontram sedimentos depositados do Ordoviciano ao Terciário e rochas intrusivas e extrusivas relacionadas a eventos magmáticos de idades jurotriássica à eo-cretacia. Sobre o contexto hidrogeológico, a Formação Cabeças e o Grupo Serra Grande, constituídos basicamente por arenitos, contém os principais aqüíferos regionais. Além deste Grupo, a área deste estudo predomina a Formação Pimenteiras. O clima é classificado como semi-árido, característico da maior parte do nordeste brasileiro, onde a falta de água potável é um grande problema da região. Este fato confere relevância aos estudos visando um melhor conhecimento hidrogeológico da região. 

Os estudos geofísicos apresentados nesta dissertação consistem de 28 estações MT e TEM dispostas em três perfis transversais às principais estruturas da área. Os perfis são:  

•  Perfil Monsenhor Hipólito, de 58 km de comprimento total, compreendendo 9 estações MT/TEM, com espaçamento variando entre 4 e 12 Km. 

•  Perfil Jaicós, de 22 km comprimento total, compreendendo 9 estações MT/TEM, com espaçamento variando entre 4 e 6 Km 

•  Perfil Itainópolis, de 41 km de comprimento  total, compreendendo 10 estações MT/TEM, com espaçamento variando entre 4 e 6 Km. 

Nos 3 perfis, a freqüência MT foi amostrada na faixa 0,07-0,008 Hz a 334 Hz, enquanto as medidas TEM variaram entre 33 Hz a 100000 Hz.  

Para estimar o tensor impedância e suas resistividades e fases associadas dos dados MT foi empregado o processamento robusto proposto por Egbert & Eisel (2000). Para determinação do strike geoelétrico utilizou-se a técnica de Groom  e Bailey (1989). Para a correção estática dos dados MT utilizou-se as curvas de resistividades aparentes do método TEM como base para correção, como proposta por Sternberg et al (1988). A inversão dos dados MT foi realizada utilizando o algoritmo 2D de Mackie et al. (1997). 

O ajuste da inversão 2D variou de bom a razoável nos perfis, tendo sido obtidos para o Ψ2 (erro médio quadrático) 0.312, 0.408 e 0.218 para os perfis Monsenhor Hipólito, Jaicós e Itainópolis, respectivamente. As seções de resistividade sugerem para a bacia uma profundidade do embasamento variando de 100 m a 1300 m, . Nos perfis Jaicós e Monsenhor Hipólito a profundidade do embasamento não ultrapassa 600 m. No perfil Itainópolis o embasamento  atinge a profundidade de 1300 m. As profundidades do embasamento em torno de 600 a 1300 m dá a oportunidade da explotação de aqüíferos profundos para abastecimento das áreas urbanas dos municípios cobertos pela área de estudo.

ABSTRACT

This research work aims to contribute to the hydrogeologic knowledge of the eastern margin of the Parnaíba basin through a geophysical investigation by using magnetotelluric (MT) and transient electromagnetic (TEM) methods. Both methods give estimates of subsurface electric resistivities. From the resistivity mapping of the subsurface it is possible to differentiate sandstone layers (moderately resistive) from shale layers (more conductive relative to the first ones) and the crystalline basement (more resistive), making possible a visualization of the basin's structure.

The Parnaíba basin is located to the west side of the northeastern region of Brazil. It occupies an area of about 600000 km2 with an approximate 3400 m maximum sedimentary thickness near its central position. It is an intracratonic basin where one finds Ordovician to Tertiary sedimentary deposits and intrusive and extrusive rocks associated to magmatic events from Jurassic to eo-cretaceous ages. On a hydrogeologic context, the Cabeças geologic formation and the Serra Grande group (both predominantly sandstones) contain the most important aquifers in the region.

The Serra Grande group and the Pimenteiras formation predominate in the study area. They stand over a semi-arid region, particular to most of northeastern Brazil countryside where water shortage is a long and well-known problem to the region. This fact also calls for the importance towards a better understanding of the region's hydrogeology. Geophysical studies presented in this dissertation are based on 28 MT and TEM stations sited upon three cross-section profiles relative to the area's main structures. These three profiles are (see fig. 2.3):

· (1) the Monsenhor Hipólito profile, 58 km long with 9 MT/TEM stations, 4 to 12 km away one from the other.

· (2) the Jaicós profile, 22 km long with 9 MT/TEM stations, each 4 to 6 km away from the other.

· (3) the Itainópolis profile, 41 km long with 10 MT/TEM stations, 4 to 6 km away one from the other.

In all three profiles the MT frequency was sampled between 0.07-0.008 Hz and 334 Hz whereas TEM measurements were taken between 33 Hz and 100000 Hz. In order to estimate the impedance tensor and its related apparent resistivities and phases, a robust computer processing technique given by Egbert & Eisel (2000) was used. To determine the geoelectric strike, Groom and Bailey's (1989) technique was used. For static shift correction of MT data, we used the TEM-method's apparent resistivity curves based on Sternberg's (1988) proposal. MT data inversion was achieved using the 2-D algorithm by Mackie et al. (1997). The 2-D inversion adjustment varied from the label 'good' to 'acceptable' in the profiles. We found the following square mean errors for Monsenhor Hipólito, Jaicós and Itainópolis profiles, respectively: 0.312, 0.408 and 0.218.

Resistivity sections suggest that the basin's basement depth ranges from 100 m to 1300 m with graben and horst structures. In Jaicós and Monsenhor Hipólito profiles the basement depth is not deeper than 600 m. In the Itainópolis profile the basement deeps down to about 1300 m. Basement depths ranging from 600 m to 1300 m indicate an open opportunity to explore deep aquifers for water supplying purposes to towns and villages along the study area.

ABREU, Paulo Marques



I like very much this iPage Hosting Review because this is based on customer experience. If you need reliable web hosting service check out top list.
Joomla Templates designed by Best Cheap Hosting